Estudos com dente de leite podem auxiliar no avanço da saúde regenerativa

Pesquisadores do estado de São Paulo estão coletando e estudando dentes de leite com o intuito de tratar doenças no futuro. A partir da retirada de células-troncos desses dentes, cientistas buscam avanços em tecnologias para tratamentos por meio da saúde regenerativa, já que essas células se multiplicam em milhares e são capazes de constituir novos ossos, músculos e artérias. De acordo com Osvaldo Magro, em entrevista à Folha da Região, “Isso gera esperanças. A célula de um dente jovem quer crescer e o que queremos é estocá-la para termos a esperança da reconstrução”.

Dois dentistas já estão credenciados para a coleta dos dentes, por meio da empresa R-Crio, localizada na cidade de Campinas, onde possui um Centro de Tecnologia Celular especializado em isolar, expandir e criopreservar as células-tronco da polpa do dente de leite.

Fonte: Folha da Região

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.